Encadernação

Encadernar com tecido é bom, mas decorar com papéis de scrapbooking não tem preço

0

Em 2005 fiz o meu primeiro curso de encadernação. Na época utilizamos papel artesanal e aprendi a técnica de costura japonesa. Foi paixão a primeira vista. Logo vi a possibilidade de revestir cadernos com tecido e comecei usando a “chita” um tecido super colorido usado muito nas festas de São João do Nordeste.

Aí conheci os papéis de scrapbooking com todas as suas coleções cheias de desenhos e texturas maravilhosas. Hoje adoro misturar papéis com tecidos. Deixo álbuns semiprontos já revestidos com tecido, em cores variadas! Aí quando quero montar um álbum vou a procura de papéis e enfeites que possam decorar a capa.

Assim foi esse:

foto-4

 

Usei papéis que acabaram de chegar da My Minds Eyes e da Glitz Design e também uma guitarrinha de metal que tinha aqui na loja, super fofa! Também fiz emboss em prata em uns arabescos que tinha aqui em chipboard.

pickacard

 

foto-5

 

No aniversário da loja vamos fazer um álbum parecido com tema viagem! Espero vocês

patricia_peq

 

 

Livro de Assinaturas

0

Hoje, quero mostrar um livro de assinatura que fiz para presentear uma senhora que comemora 90 anos.

Ela está organizando uma comemoração tão legal, tão cheia de significados, curtindo tudo a fundo, que eu achei que um livro de assinaturas tinha tudo a ver, para que as emoções fiquem registradas nos mínimos detalhes. Na hora da festa, vc está tão “adrenalinizada”, que termina perdendo algumas coisas…

E aí, entra o livro… as pessoas escrevem e depois vc lê e relê tudo na calma e na paz…

Tentei seguir na capa, a paleta de cores da decoração da festa: bege,rosa antigo, ou malva, como queiram, e marrom…

Usei papelão Hoeller para as capas, e encapei tudo com tecido de “pois”, num tom de cinza, para fazer uma base neutra.

E aí, na capa usei dois papeis de uma coleção da Graphic  45, que dá ênfase nos meses. O papel que usei como base, tem um arabesco com rosas e o nome do mês no canto superior esquerdo, e um arabesco menor, com uma rosa, no canto inferior direito, além de uma moldura ao longo de toda a folha.

Como achei a moldura legal, e o tamanho do meu álbum é A4, recortei o papel de uma maneira que aproveitasse a moldura e a flor menor, de baixo.

O segundo papel, com tags e enfeites, da mesma coleção,  tinha tudo a ver com festa e comemoração, e o que é melhor,  nas cores da decoração.

Aí, foram muitas flores Prima (tem outra ?? :) ), tule, uns brilhinhos bem discretos, fita e florezinhas de armarinho (margaridinhas, e uma outra que se chama rococó).

Para o miolo, assim como para o acabamento das capas, usei papel  vergê 180, marfim, para ficar bem elegante.

Usei a BIA (Bind it All) da Zutter, para encadernar com um wire-o rosa metálico, e, para dar um charminho a mais, enchi de fitinhas na lateral.

Fiz uma decoração na primeira página, apenas com o nome da aniversariante e uma frase da Cora Coralina, que se encaixa perfeitamente na ocasião. De resto, usei um carimbo de arabesco pequeno nos cantos superior e inferior direito de cada página do miolo, só para fazer uma gaiatice.

As pessoas vão escrever com uma canetinha dourada da Tris, tipo esferográfica, que é bem linda, e vai deixar td no clima da festa.

Ficou assim, o livro…

Livro de Assinaturas

A filosofia é essa, e o estilo é bem vintage, antiguinho e clássico por conta dessa comemoração, pq o barato é que o livro faça parte da festa….

E, nós aqui da MeuScrap, temos todo o material, além de muitas dicas, para vc produzir o seu próprio livro.

Faça uma visitinha na loja física ou navegue em WWW.meuscraponline.com.br.

A gente espera você !!!

Beijos

jaryna_peq

 

 

Cortando Papel à Mão

1

Olá, bom dia a todos!

Hoje quero falar sobre como dar um ar mais rústico aos miolos de nossos cadernos, uma vez que nem sempre é possível ter aquelas guilhotinas profissionais que cortam várias folhas ao mesmo tempo ou um plough que também nos auxilia nesta função e sei da dificuldade que muitos têm em refilar seus miolos com estilete. Sendo assim, resolvi dar algumas dicas sobre os cortes manuais de papel, aqueles que deixam nossos cadernos com uma carinha bem rústica.

Conheço algumas formas de fazer isso, pretendo aqui mostrar algumas delas, as de mais fácil acesso, é claro!

1ª) Faca de cozinha sem serra (aquelas que usamos para legumes) – no caso de usarmos uma faquinha desta temos que tomar cuidado de tirar o fio dela, deixa-la “cega” de modo a não nos cortamos, para isso basta passar a lâmina da faca em uma lixa mais grossa até tirar o fio dela.

769115

 

 

 

 

 

 

 

 

2ª) Dobradeira de osso – tem que ser de osso mesmo, pois elas podem ser afiadas com uma lixa fina caso você ache que ela não está cortando direito. Um procedimento que é recomendado é lustrar ou dar um banho em óleo de oliva ou mineral para hidratar o osso e evitar que a dobradeira fique fragilizada, lembre de tirar bem o óleo antes de usar a dobradeira no papel novamente, por isso é bom ter mais de uma dobradeira, pois enquanto uma está sendo condicionada a outra pode ser usada. Este banho de óleo também faz com que a dobradeira deslize melhor quando for cortar o papel.

Dobradeiras de osso

 

 

 

 

 

 

 

 

Para fazer cadernos A6, você precisa de folhas A5 e para ter folhas A5 com pelo menos 2 bordas rústicas temos que partir da folha A3. Dobramos a folha A3 ao meio e cortamos com a dobradeira ou faca dividindo-a em duas partes, assim teremos folhas A4, e então dobramos novamente estas folhas ao meio e cortamos novamente com a dobradeira ou faca, assim teremos as folhas A5, às quais serão dobradas ao meio e   montamos os cadernos que serão costurados intercalando as folhas. Uma folha com um lado rústico para cima e outro para esquerda e a próxima folha invertida, com um lado rústico para baixo e outro para direita, assim ao juntarmos as folhas nos cadernos, todos os lados parecerão rústicos.

Olhem o resultado de folhas cortadas com dobradeira de osso:

viagem_lombada_reta

Clique na imagem acima para visualiza-la em tamanho maior

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Espero que tenham gostado da dica de hoje e experimentem fazer! Boa semana a todos!!!

monica_peq

 

Minibook com Capa Texturizada

1

Bom dia!

Hoje vou ensinar a vocês como fazer um minibook com capa texturizada. É uma encadernação bem simples e fácil de fazer, para a capa podemos usar papel kraft texturizado ou texturizar com a Sizzix um papel a seu gosto.

 

Material:
- 1 pedaço de papel Kraft texturizado ou outro papel texturizado nas medidas 16,5 cm x 10,5 cm

- 48 folhas de papel pólen 80 g ou outro papel da mesma gramatura medindo 15 cm x 10 cm

- Linha encerada (aproximadamente 1,5 m)

- Gabarito para corte da Capa

- Gabarito para perfuração das folhas

- Gabarito para Perfuração da Capa

- Agulhão

- Agulha para bordado (nº 18 ou 20)

- Base de EVA

- Elástico chato 5 ou 7mm de largura (25 cm)

- 1 ilhós médio

- Crop a dile

- Binder clip

- dobradeira de osso ou teflon

- material de uso geral (régua, estilete, base de corte, tesoura, fita crepe)

Preparação da Capa:

- Seguindo as instruções do esquema abaixo vinque com um boleador e régua a 7,25 cm das laterais menores, e prenda o gabarito de perfuração da capa sobre a lombada da capa em papel kraft.

 

Esquema da Capa

Esquema da Capa

 

Gabarito Perfuração

Gabarito Perfuração

 

 

 

 

 

Clique no link para baixar o arquivo em formato .pdf: minibook_kraft

 

- Depois do gabarito preso, perfure a capa com a ponta do agulhão sobre uma base de EVA.
 

Preparação das Folhas para o Miolo:

- Dobre todas as folhas 1 a 1, passe a dobradeira e depois junte as folhas, umas dentro das outras de 8 em 8, formando 6 cadernos de 8 fólios.

- Refile caderno a caderno com o estilete o “repuxo” do papel, usando a base de corte como referência, para uma largura de 7 cm.

 

Passos para encadernação:

- Marque os furos em um gabarito a partir da perfuração da capa.

- Fure todos os cadernos nas marcações com a ponta do agulhão e base de EVA ou em um berço de perfuração.

- Corte um pedaço de linha medindo 2 vezes a altura da capa. Passe a linha na agulha.

- Prenda o 1º caderno a ser costurado na capa alinhando o 1º caderno com a 1º coluna de pontos perfurados na capa.

- Insira a agulha no furo central de dentro para fora, deixe um pouco de linha dentro dele e prenda, se desejar, com um pedaço de fita crepe.

- Saia pelo furo central da capa e vá em direção a um dos pontos de extremidade, entre por este furo da capa e pegue capa e caderno, estando dentro do caderno vá direto para o furo da extremidade oposta pulando o furo central.

- Saia pela capa e dirija-se ao furo central entrando na capa e no caderno, puxe bem a linha, solte a linha que está presa com fita crepe e dê um nó no centro, corte o excesso e coloque um novo caderno.

- Prenda o 2º caderno a ser costurado na capa alinhando o 2º caderno com a 2º coluna de pontos perfurados na capa.

- Insira a agulha no furo central de dentro para fora, deixe um pouco de linha dentro dele e prenda, se desejar, com um pedaço de fita crepe.

- Saia pelo furo central da capa e vá em direção a um dos pontos de extremidade, mas antes de entrar no furo passe a agulha por baixo da linha do caderno anterior,  veja esquema abaixo:

 

esquema_costura_1

 

 

 

 

 

 

- Depois entre por este furo da capa e pegue capa e caderno, estando dentro do caderno vá direto para o furo da extremidade oposta pulando o furo central.

- Saia pela capa e dirija-se ao furo central,  mas antes de entrar no furo passe a agulha por baixo da linha do caderno anterior, entrando na capa e no caderno, puxe bem a linha, solte a linha que está presa com fita crepe e dê um nó no centro, corte o excesso e coloque um novo caderno.

- Prenda o 3º caderno a ser costurado na capa alinhando o 3º caderno com a 3º coluna de pontos perfurados na capa.

- Insira a agulha no furo central de dentro para fora, deixe um pouco de linha dentro dele e prenda, se desejar, com um pedaço de fita crepe.

- Saia pelo furo central da capa e vá em direção a um dos pontos de extremidade, mas antes de entrar no furo passe a agulha por baixo da linha do caderno anterior,  veja esquema abaixo:

 

esquema_costura_2

 

 

 

 

 

 

- Repita o mesmo procedimento com todos os caderno, no final prenda o elástico para fechamento, fazendo um furo central na parte posterior do caderno. Se quiser ver um pap de como prender elástico clique aqui.

caderno_minibook_1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

caderno_minibook_2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Espero que tenham gostado e tentem fazer este caderno que é um mimo. Qualquer dúvida basta entrar em contato!

Até semana que vem!

Abraços,

monica_peq

 

Pintando seus Papéis

2

Olá Pessoal, tudo bem com vocês? Estou desde ontem atacada da minha alergia e confesso para vocês que não consegui preparar o que tinha em mente para postar aqui, mas semana que vem com certeza teremos um post bem legal. Hoje resolvi postar um pap que fiz já há algum tempo sobre pintura em papel, é bem interessante e acho que vai agradar muito também.

Técnica de Bandana

     A técnica de bandana nada mais é do que uma imitação do tecido tipo bandana, ela pode ser feita de diversas maneiras diferentes e com vários materiais também. Os carimbos mais adequados para esta técnica são aqueles mais gráficos, que possuem linhas de médias a mais pesadas, que possam ser embelezadas. Eu gosto muito usar carimbos de flores com ramalhetes. Procurei usar materiais que são de fácil acesso a nós brasileiras. É uma técnica muito prazerosa de fazer e com muita versatilidade de uso.

Você vai precisar de:

- Base de corte

- Folha de teflon anti-aderente (opcional)

- papel branco 120 gramas

- Carimbeiras de secagem rápida (dye ink) em diversas cores. No PAP usei: Pistachio, Pink. Glacier Ice, Papaya Cream, Thistle (todas Color Box® by ClearSnap) e Grape Jelly (Memento™ by Tsukineco)

- Aplicador de tinta (Inkssentials™ Ink Blending Tool & Foam by Ranger Industries) ou esponja de lavar louças

- Carimbeira StazOn® by Tsukineko na cor jet black, ou outra tinta preta de secagem rápida.

- Caneta gel branca

- Caneta preta de ponta fina

- Carimbo (no projeto usei o carimbo Floral Flourishes by Inkadinkado®.)

- Aquecedor para emboss (opcional)

foto_01

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aplique a tinta da carimbeira (primeira cor escolhida) sobre a esponja.

foto_02

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com movimentos circulares da esponja transfira a tinta para parte do papel.

foto_03

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Troque a esponja e aplique uma segunda cor de carimbeira sobre a mesma, depois continue transferindo a tinta para o papel, com movimentos circulares, para fazer seu papel de fundo. Faça isso com as outras cores também, sempre trocando a esponja para não haver contaminação das cores.

foto_04

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois de colorir todo seu papel, ele deverá ficar como na foto abaixo.

foto_05

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Espere secar para prosseguir, se quiser use o aquecedor para acelerar o processo.

foto_06

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Entinte o carimbo com a tinta preta.

foto_07

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Carimbe sobre o papel, quantas vezes forem necessárias para cobrir toda a área do papel com as carimbadas, lembre-se de entintar o carimbo a cada nova carimbada.

foto_08

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois de carimbado seu papel ficará conforme a foto abaixo.

foto_09

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Colora com a caneta branca partes da carimbada (miolos, folhas e etc.), se quiser adicione enfeites (doodles) desenhados à mão. Não seja tímida, use a caneta branca sobre as linhas ou ao redor das mesmas.

foto_10

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Corrija imperfeições na carimbada com uma caneta preta de ponta fina.

foto_11

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois de finalizado seu papel ficará conforme as fotos abaixo.

foto_12


 

 

 

 

 

 
foto_13 

Utilize o papel feito por você em uma página de scrapbooking, em um cartão ou até mesmo para forrar a capa de um mini-álbum ou caderno de anotações. Aqui usei o papel para forrar a capa de um caderno de anotações em uma encadernação com costura aparente.

foto_14_reduzida

 

 

 

 

 

 

 

 

 

foto_final

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Espero que tenham gostado e que tentem fazer. Lembrem-se que muitos destes materiais estão disponíveis na loja física e online da Meu Scrap.

 

Se quiserem ver um pouco mais sobre pintura em papel sugiro que visitem este link abaixo:

http://pinterest.com/esmecat/paper-painting-techniques/

 

Uma ótima semana a todos!

monica_peq

 

Dica: Como limpar nossas tesouras !!!

2

Olá Pessoal! Como foram de semana? Eu tive uma semana de muito trabalho e esta que está começando também promete, até porque ela é mais curtinha por causa do feriado do Dia do Trabalho. Hoje vou dar uma dica bem simples mas acredito que muitas não saibam. Não sei vocês mas às vezes minhas tesouras e cortadores circulares ficam impraticáveis de usar pois ficam pegando e isso é causado por resíduos de cola e adesivos nas lâminas de nossas tesouras e cortadores.  Minha dica para limpa-las e também os cortadores circulares é passar removedor de esmaltes, não é acetona ok? É removedor…aquele que é mais oleoso! Vocês vão ver como ficará tudo limpinho e sem cola…só tomem cuidado para na hora que forem limpar não se cortarem ok?

Hoje a dica é rapinha, mas estou preparando uma super dica para vocês para o mês de maio, como presente para todas as mães deste Brasilzão afora!

Uma abençoada semana para vocês!

monica_peq

Incrementando seus cadernos!!!

1

Olá! Bom dia!

Espero que a semana de vocês tenha sido proveitosa e que esta semana que se inicia seja abençoada e ainda mais proveitosa.

Hoje resolvi falar sobre uma ferramenta de scrapbooking mas que pode ser muito bem aproveitada na encadernação e papelaria fina. Você já pensou em usar uma Sizzix® Big Shot para fazer relevo seco nos papéis que vão nas guardas de nossos cadernos e blocos, e um pequeno detalhe nas folhas do miolo? Não é uma dica legal? Podemos usar as várias placas de relevo seco disponíveis para embelezar ainda mais nossos produtos de papelaria fina e encadernação. Eu já usei e ficou o máximo.

Sizzix Big Shot

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você pode adquirir esta belezinha aqui

Como falei antes, há diversos modelos de placas de relevo seco da própria Sizzix® e várias compatíveis, abaixo imagens de alguns modelos bem legais:

Placas de Relevo Seco Sizzix

Placas de Relevo Seco Sizzix

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resultado do relevo num papel para fazer a capa de um bloco ou a guarda de um caderno. Se você quiser pode dar uma envelhecida no papel passando uma lixa de leve sobre o relevo, o resultado fica lindo!

Papel com relevo seco

Papel com relevo seco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você também pode cortar figuras em papel cartão usando sua Sizzix® e usa-las para fazer relevo nas capas de seus projetos.

Caderno com alto-relevo na capa

Caderno com alto-relevo na capa

 

 

 

 

 

 

 

 

Bem, espero que vocês tenham gostado da dica desta semana e a aproveitem bastante. Semana que vem vou falar sobre um assunto que acredito que poucos conhecem.

monica_peq

Protegendo Tecidos

2

Olá Pessoal! Bom dia!

Hoje vou dar uma dica super rápida e super útil! Muitos me perguntam como proteger as capas dos seus cadernos para evitar que fiquem sujos. Bem, posso dizer que já tentei vários produtos como termolina leitosa, goma flor e um produto que produz uma superfície emborrachada nos tecidos. Confesso que não gostei muito de nenhum dos resultados que obtive com os produtos citados. O produto que experimentei e gostei bastante é o protetor para tecidos Scotchgard® da 3M, muitas lojas o vendem como impermeabilizante, mas a própria 3M diz que é um protetor apenas. Na embalagem diz para aplicar até molhar o tecido, claro que eu não faço isso, pois tenho receito de encharcar o papelão da capa e deformá-lo. Eu coloco o caderno já pronto sobre a mesa, antes forro a mesa com papel ou plástico, e dou uma primeira vaporizada do produto sobre o caderno, espero secar um pouco e depois dou uma segunda vaporizada. Repito a operação nos dois lados do caderno e também na lombada.

Este produto foi o que eu achei de melhor no mercado, pois não altera a textura e a cor do tecido, seca rápido e confere uma boa proteção, principalmente aos cadernos feitos com tecidos claros.

Scotchgard Spray

Scotchgard Spray

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Espero que tenham gostado da dica de hoje! Uma boa semana a todos!!!

monica_peq

 

Refilando Cadernos

2

Olá, bom dia!

Hoje vou falar um pouco sobre uma dúvida e dificuldade de muitos alunos. Refilar cadernos!

Bem, na verdade, não é tão necessário assim você refilar seus cadernos sempre. Inclusive, isso se torna uma tarefa muito difícil quando não se tem uma guilhotina semi-profissional ou profissional ou uma ferramenta conhecida como plough e uma prensa adequada para isso. Você pode experimentar cortar suas folhas com uma dobradeira de osso para dar a elas um ar mais rústico e então não precisa se preocupar com refile de cadernos. Mesmo assim, eu sei que muitos querem um acabamento lisinho das folhas, e sempre recebo perguntas se há como facilitar a vida.

Bem, o que eu sempre digo é que um bom estilete e muita, mas muita prática ajudam bastante. Por falar nisso, me indicaram recentemente em um curso que fiz um estilete de aço da marca Olfa que é divino para cortes precisos e finos, é o Olfa Silver SVR-2 (foto abaixo)!

Olfa Silver

Olfa Silver

 

 

 

 

 

 

Como disse antes, podemos usar guilhotinas profissionais ou semi-profissionais para refilar os cadernos, mas estas são caras e grandes, ocupando muito espaço. Realmente, só aconselho a compra de uma se houver um volume de trabalho muito grande e também não gostar dos cadernos mais rústicos. Pode-se pedir para uma gráfica refilar também, mas não vá levar apenas um caderninho…leve vários e veja antes se eles podem fazer isso para você. Outra alternativa é em empresas de fotocópias grandes, geralmente eles possuem estas guilhotinas. Aí você vai dizer, mas Mônica não há uma alternativa mas caseira? Eu respondo que sim, mas tem que treinar! :)

Vou postar um vídeo logo abaixo, é um vídeo caseiro, ok? Não esperem grandes performances da professora como cineasta, eu gravei durante uma aula enquanto ensinava uma aluna o refile manual.

Você vai pegar sua base/tapete de corte, vai prender uma régua de acrílico com fita crepe, de preferência do lado mais espesso voltado para o lado que ficará o caderno, você pode usar um gabarito de encadernação também. Alinhe esta régua com uma linha da base/tapete de corte. Coloque o caderno a ser refilado encostado na régua alinhando-o com uma linha da base na parte de baixo dele também. Coloque uma régua, de preferência daquelas que indiquei em um post anterior, sobre o caderno alinhando esta sobre a linha que você quer usar para cortar, aí vai depender da largura que você desejar. Na hora do corte você pode usar este estilete que indiquei acima ou um cortador circular…há alunos que se dão melhor com o estilete e outros com o cortador circular, tenho percebido que o circular tem sido mais aceito. Você pode usar esta técnica para cortar caderno a caderno e depois costurar ou então costurar tudo e depois refilar, mas lembre-se que em ambos os casos a régua só sai do lugar ao finalizar e a lâmina, tanto do estilete quanto do cortador circular, não pode inclinar, ela tem que estar sempre perpendicular à régua.

Outro ponto importante, no caso de se refilar um caderno grosso com cortador circular, é o diâmetro do cortador circular, quanto mais grosso o caderno maior tem que ser o diâmetro da lâmina, então se você pretende comprar um cortador circular para isso, compre logo um com lâmina de 60 mm de diâmetro que é o maior tamanho que temos disponível no mercado.

Segue abaixo algumas fotos dos materiais que citei neste post.

Plough e prensa

Plough e prensa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Guilhotina Semi-profissional Manual

Guilhotina Semi-profissional Manual

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Guilhotina Elétrica

Guilhotina Elétrica

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Espero que vocês tenham gostado do post de hoje! Quaisquer dúvidas basta deixar seu recadinho aqui!

Não se esqueçam de visitar a o site da loja Meu Scrap, sua loja online e se quiserem conhecer um pouco mais do meu trabalho podem visitar meu site também!

Boa semana a todos e até semana que vem!!!

monica_peq

Falando sobre linhas para encadernação …

2

Olá Pessoal, bom dia!

Hoje vou falar um pouco sobre as linhas usadas na encadernação. Nos EUA e Europa as linhas mais usadas para encadernação são as linhas de linho enceradas, elas são linhas fortíssimas e conferem um resultado incrível a certos tipos de costura. Infelizmente ela ainda não é achada com muita facilidade aqui no Brasil. Com isso, temos que adaptar e adequar, de uma maneira geral, as linhas que encontramos aos nossos trabalhos de encadernação. Em princípio, qualquer linha pode ser usada para encadernar, isso depende muito da sua disponibilidade e paciência para testar materiais. Vou facilitar um pouco para vocês e mostrar algumas linhas que já usei e obtive bons resultados.

Para livros com costura não aparente: linha 10, corrente nº4, linha urso nas mais diversas espessuras.

Infelizmente estas linhas não são achadas em cores diferentes, mas a Corrente que fabrica as linhas urso tinge elas para você a partir de uma determinada quantidade. Eu sei que vocês não são revendedores de linhas, mas não custa informar né? E sabem do que mais? Nós mesmas podemos tingir nossas linhas! Não é maravilhoso? Imaginem que vocês queiram fazer um álbum de fotos com folhas pretas e só têm linha branca…por que não tingi-la de preto? Hoje em dia já possuímos tingidores à frio no mercado, não é mais preciso ferver aquele monte de água e tingir uma grande quantidade e já soube de alunas minhas que até guardaram a tinta usada para reutilização.

Aqui neste site você pode ler mais sobre os corantes a frio:

http://modarevenda.fashionbubbles.com/estilo/guarany-inova-com-o-primeiro-corante-a-frio-do-mercado/

Para livros com costura aparente: Cordonê encerado da Setanyl, Fio encerado Danitex nº5, linha para costurar couro, linha de meada (usando as 8 meadas), linha de crochê esterlina ou mercê crochê e o que mais você tiver disposta a tentar! Estas são exemplos de linha que eu usei com bons resultados, as que não vêm enceradas eu mesma encero com cera de abelhas.

Abaixo alguns exemplos de encadernações feitas por mim com os diferentes tipos de linha:

Caderno costurado com cordonê setanyl

Caderno costurado com cordonê setanyl

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Costura com cordão encerado Danitex

Costura com cordão encerado Danitex

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Costura com linha de crochê

Costura com linha de crochê

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Costura com linha de linho importada

Costura com linha de linho importada

 

 

 

 

 

 

 

 

Espero que vocês tenham gostado das dicas de hoje! Ah! Vocês sabiam que na loja Meu Scrap há uma seção de armarinho maravilhosa? Não deixem de conhecer!

Até semana que vem!!! Beijos

monica_peq

 

Ir ao Topo